Empreendedorismo: Micro E Pequenas Corporações, Primeir

27 Nov 2018 05:24
Tags

Back to list of posts

photodune-5787803-social-network-l-1940x1455.jpg

<h1>Como Criar Um Blog De Testes No Blogger</h1>

<p>&Eacute; crescente o n&uacute;mero de menores empreendedores que t&ecirc;m nas m&iacute;dias sociais uma aliada pra alavancar os neg&oacute;cios. A fundadora da marca de biscoitos saud&aacute;veis pra c&atilde;es e gatos Panela da Bela, Mariana Borges, confessa que come&ccedil;ou o neg&oacute;cio pelo Facebook. “Como o in&iacute;cio foi um teste pra observar se de fato haveria aceita&ccedil;&atilde;o do produto, comecei a pagar publicidade no Facebook para motivar os posts e direcionar as mensagens”, relembra. Hoje, ap&oacute;s seis anos de atividade, bem como utiliza Instagram e WhatsApp. A empreendedora diz que o perfil dos usu&aacute;rios da rede social de imagens &eacute; melhor para o seu segmento. “H&aacute; extenso diferen&ccedil;a no posicionamento dos usu&aacute;rios das duas m&iacute;dias sociais.</p>

<p>No Instagram as pessoas interagem muito mais. O tema assim como tem de ser bem diferente. Quando coloco imagens engra&ccedil;adinhas de animais o p&uacute;blico adora. Mariana diz que por teu item ser premium, em termos de pre&ccedil;o, est&aacute; colocado no mercado de luxo. “Provavelmente &eacute; por este porqu&ecirc; que o regresso no Instagram &eacute; bem superior. “Hoje, existem cachorros celebridades, alguns com um n&uacute;mero inacredit&aacute;vel de seguidores, e eles est&atilde;o no Instagram.</p>

<p>O Facebook concentra mais os donos de lojas”, diz. A empres&aacute;ria conta que o WhatsApp &eacute; prazeroso para fechar neg&oacute;cios. “Muitos compradores nem ao menos entram no website, me chamam direto no WhatsApp. Lojistas bem como usam o ‘inbox’ do Facebook para apresentar comigo. Prontamente o fregu&ecirc;s final me procura pelo ‘direct’ do Instagram. A Panela da Elegante n&atilde;o vende diretamente pro p&uacute;blico fim, todavia Mariana usa as m&iacute;dias sociais pra atingir esses clientes e anunciar os produtos.</p>

<p>A tua produ&ccedil;&atilde;o de biscoitos naturais come&ccedil;ou em resid&ecirc;ncia, pra atender os animais da fam&iacute;lia que sofriam com alergias. “Minha m&atilde;e fez petiscos sem conservantes e corantes e a resposta foi muito interessante. Desta maneira, come&ccedil;amos a investir. Fomos pioneiras nesta realiza&ccedil;&atilde;o. Formado em marketing, o franqueado do Mercad&atilde;o dos &Oacute;culos, Andr&eacute; Ximenes Arag&atilde;o, entende da import&acirc;ncia de usar estrat&eacute;gias apropriadas para cada m&iacute;dia social.</p>
<ul>

<li>Kristina Bazan, Kayture</li>

<li>sete &quot;O Talento de Sr. Long&quot;</li>

<li>um - Descubra as causas da baixa produtividade no servi&ccedil;o</li>

<li>8 Modesto Brocos</li>

<li>quatrorze Padroniza&ccedil;&atilde;o da romaniza&ccedil;&atilde;o da Wikip&eacute;dia</li>

</ul>

<p>“O WhatsApp &eacute; uma ferramenta mais completa para n&oacute;s, usada para avisar promo&ccedil;&otilde;es e efetuar vendas. Diversos compradores encomendam &oacute;culos e enviam foto da receita utilizando o aplicativo. Arag&atilde;o reitera que a regularidade de envio &eacute; moderada para n&atilde;o gerar incomodo ao consumidor. O empres&aacute;rio conta que as posts seguem v&aacute;rias regras.</p>

<p>“Em acordados dias, elas t&ecirc;m tema alto astral. Em outros, s&atilde;o mais promocionais. Assim como usamos assunto de curiosidade. Segundo ele, &eacute; consider&aacute;vel o n&uacute;mero de clientes que chegam &agrave; loja por conta das m&iacute;dias sociais, principalmente o Facebook. “Sabemos disso pelo cadastro que os fregu&ecirc;ses preenchem, no qual informam como souberam da loja. Capacita&ccedil;&atilde;o. O s&oacute;cio-diretor de opera&ccedil;&otilde;es do Mercad&atilde;o dos &Oacute;culos, F&aacute;bio Nadruz, reitera que no decorrer do treinamento dos franqueados eles s&atilde;o orientados a respeito de como alavancar, entusiasmar e oferecer produtos e campanhas promocionais por meio das m&iacute;dias sociais. O fundador da marca de cal&ccedil;ados femininos Quinta Valentina, Renato Kuyumjian, montou treinamento em v&iacute;deo que mostra como usar as redes sociais.</p>

<p>“Tamb&eacute;m criamos um manual. Kuyumjian admite que a receptividade da clientela &eacute; muito bacana. Franqueada da Quinta Valentina, Tatiana Ambrozio depende das redes sociais para anunciar o seu trabalho. “A divulga&ccedil;&atilde;o ocorre muito no boca a boca pelas m&iacute;dias sociais. Quando posto um v&iacute;deo a visualiza&ccedil;&atilde;o triplica. Tatiana explica que a marca adota paradigma de venda com visita personalizada.</p>

<p>“A consumidor agenda dia, hor&aacute;rio, lugar e informa os tipos de cal&ccedil;ados que deseja visualizar e o n&uacute;mero que cal&ccedil;a. Periodicamente ela paga taxa pra divulgar tua p&aacute;gina no Facebook. “Esse servi&ccedil;o permite mapear o raio de dist&acirc;ncia que desejo atingir. Este tipo de divulga&ccedil;&atilde;o faz com que minha p&aacute;gina seja visualizada por duas 1 mil a 3 1 mil pessoas. Quando uma potencial comprador curte minha p&aacute;gina, inicio um servi&ccedil;o de aproxima&ccedil;&atilde;o para tentar conquist&aacute;-la”, diz.</p>

<p>Hor&aacute;rio. O WhatsApp &eacute; usado por ela para conservar contato com clientes mais pr&oacute;ximas. “Fa&ccedil;o um mapa com o adoro das compradores. Quando vejo um objeto que poder&aacute; interessar, mando imagem e pergunto se quer agendar uma visita. Mantenho esse tipo de contato s&oacute; em hor&aacute;rio comercial. De imediato o canal de entretenimento financeiro Me Poupe na Internet, de Nathalia Arcuri, &eacute; um neg&oacute;cio que opera dentro de uma rede social. “O servi&ccedil;o &eacute; praticado no YouTube, entretanto exerc&iacute;cio as al&eacute;m da medida m&iacute;dias sociais pra publicar os v&iacute;deos que produzo”, conta. Segundo ela, a monetiza&ccedil;&atilde;o acontece por meio de anunciantes. “N&atilde;o visualizando produto para o p&uacute;blico t&eacute;rmino. A assinatura &eacute; gratuita. O Me Poupe na Web sempre ser&aacute; um autom&oacute;vel gratuito para o p&uacute;blico final”, confessa.</p>

<p>Nathalia diz que pra cada m&iacute;dia social produz tema diferenciado. “Cada uma delas tem uma linguagem. Atualizo as redes todos os dias, o canal no YouTube duas vezes por semana e o web site 3 vezes por semana. Constru&iacute;da em jornalismo &eacute; apaixonada por finan&ccedil;as desde guria. Nos dias de hoje teu canal tem 50 1000 cadastrados e espera entrar ao encerramento do ano com trezentos mil.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License